Início

Transforme sua janela em um jardim!

Deixe um comentário

 

Além de embelezar o ambiente, um jardim vira uma fonte de paz e inspiração para toda a família. Por isso, vale a pena montá-lo em qualquer canto, inclusive na sua janela. Aprenda qual flor é melhor para seu espaço e os cuidados que devem ser adotados para que elas floresçam lindas e fortes.

Se a janela recebe diariamente mais 4 horas de sol
Flores de pétalas finas e arbustos de folhas delicadas são resistentes ao sol pleno, mas não descuide das regas. Alguns deslizes podem secar as plantas e até matá-las!
O que plantar: rosa, jasmim, hortelã, alecrim, girassol, orégano, salsinha, manjericão
Regar: 3 vezes por semana

Se a janela recebe diariamente de 2 a 4 horas de sol
Cuide para que as folhas estejam secas durante o período de sol. Caso contrário, os raios queimarão a planta. No fim do dia, borrife água sobre pétalas e folhas.
O que plantar: antúrio, lanterna japonesa, camarãozinho, brinco-de-princesa
Regar: 1 ou 2 vezes ao longo da semana

Se a janela recebe diariamente menos de 2 horas de sol
A regra para deixá-las lindas é manter a terra úmida, mas não encharcada. Tente reproduzir na sua casa o ambiente natural dessas plantas: um lugar bem ventilado, mas úmido e quente, como a mata perto de uma cachoeira.
O que plantar: bromélia, samambaia, renda-portuguesa, maria-sem-vergonha
Regar: 3 vezes por semana

Se a janela recebe diariamente muito vento
Bloqueie o vento excessivo instalando cercas de madeira nas laterais da janela e plante nelas espécies de trepadeiras. Além de charmosas, elas ajudam a manter a privacidade do seu lar.
O que plantar: hera, cheflera, lambari, singônio, grama amendoim
Regar: varia de acordo com a espécie escolhida

Inspire-se: paisagismo para jardins

Deixe um comentário

Você já pensou em criar um ambiente diferente no seu jardim utilizando as próprias plantas?

Ter um local mais harmônico, interessante e aproveitar ao máximo o poder que a natureza proporciona são algumas das características obtidas com o paisagismo.

O planejamento e a disponibilidade de espaço são os primeiros passos para a criação e a busca por ideias. Afinal, junto a necessidade de escolha das plantas é preciso pensar nos objetos e complementos paralelos.

Sua criatividade pode ir além das suas reais necessidades de ter um jardim, ela pode brincar com aspectos de sonho, fantasia e ilusão, como o caso da referencia do jogo de xadrez acima.

Mas se o seu caso for a não existência de muito espaço, ainda assim poderá se espelhar em diferenciais como a mescla de cores e flores, como na imagem abaixo:

A regra é justamente a inexistência de regras para criar, inovar e transformar seu espaço, seja qual for a disponibilidade dele.

%d blogueiros gostam disto: